Microcosmo busca encontrar uma espécie de síntese em movimento dentro de um universo de influências. Composta por Yuri Garcia (Voz e bateria), João Roberto Gomes (Voz e Guitarra) que buscam nessa fase dar vazão de forma integral a suas criações, dando prioridade a arte e a variedade estética.

 

    Com composições que possuem influências variadas desde o Rock californiano, Alternativo, Funk Americano e Jazz, partindo de referências dos anos 90 como Red Hot Chili Peppers, Sublime, Tommy Guerrero, 311, Incubus and Radiohead até referências contemporâneas como Braza, Sticky Fingers, Anderson Paak, Mac DeMarco e Skinshape o projeto entende a música como uma jornada constante a qual não cabem cercas ao redor.

 

     Iniciando como um breve projeto em fevereiro de 2015 com o lançamento do primeiro single ‘Middle-way’ contendo influencias do ska-punk californiano, ainda na plataforma do soundcloud, e mais tarde com um breve EP na mesma plataforma, a banda já demonstrava uma direção plural e disposta a dialogar com diversos gêneros, embora ainda como um projeto autoral despretensioso. 

Já em Março de 2019 lança seu segundo EP chamado ‘Lótus’ e alcança a primeira playlist editorial feita por curadores especializados do Spotify, tendo a musica ‘Sentido’ entrado na playlist ‘New Music Friday - Portugal’. O segundo Ep também é marcado pelo dialogo plural de influencias, tendo a influencia do rock californiano em ‘Let’s Take a Ride’ e ‘Sentido’, até do rock alternativo em ‘Lótus’ e o jazz e neo-soul em ‘Save Me’.

Em 2021 a banda colhe os frutos do período de isolamento com uma série de singles a serem lançados, que foram compostos durante o hiato de shows por conta da pandemia. 

  

    No momento do streaming e das diversas formas de estratificação, a banda manifesta apenas um apelo à inspiração como busca de algo maior, em busca de um equilíbrio caótico entre cada composição, pois assim como a natureza a musica é uma constante relação de elementos que ora se compõem, ora se decompõem, se unindo e se afastando,  dando espaço para novas estruturas.

 

_______

 

 

Microcosmo is a Brazilian band searching a kind of moving synthesis inside of a universe of influences. Yuri Garcia (Voice and Drums) and João Roberto Gomes (Voices and Guitars) work in this moment to give a real life to their creations, giving priority to the art and the aesthetical variety. 

 

With songs that have influences since the Californian Rock, Alternative, Funk and Jazz, influenced by the 90’s Red Hot Chili Peppers, Sublime, Tommy Guerrero, 311, Incubus and Radiohead to recent influences like Braza, Sticky Fingers, Anderson Paak, Mac DeMarco and Skinshape, the band see music as a constant journey that got no fences around. 

 

Starting in February 2015, on the soundcloud platform, with the first single ‘Middle-Way’ which has the influence of the Californian ska-punk, and later with a EP on the same platform, the band already showed a plural direction, with the desire to dialogue with many genres. In March 2019 the band released the second EP called ‘Lotus’ getting place on the first editorial playlist with the music ‘Sentido’ on the ‘New Music Friday - Portugal’. The second Ep also keeps the plural identity with a ‘Laid back indie vibe’ in ‘Let’s Take a Ride’ until the Alternative in ‘Lotus’ and ‘Sentido’ to the Jazz and Neo-soul in ‘Save Me’.

In 2021 the band is next to release some new singles composed during the pandemic isolation time.

 

In the time of streaming and the searching of a very stratified public this project appeals to the simple search of the true inspiration and music, a chaotic balance throughout each work. As nature, music is a constant relation between elements that sometimes compose and decompose giving place to new structures.